6 de setembro de 2010

... aumentando as medidas (bebê mais faminta!)

 * bochechinha de leite - como mamãe gosta de chamar

... outro dia  ouvi que  bebês  crescem ( e mudam a rotina)  de semana em semana. 
E é verdade: tive que aumentar a alimentação da Maria Teresa - mamadeira de 120mls para 150mls e suco de 80mls para 100/120mls.
Ah ...ela está comendo frutas também, mas é só um aperitivo , porquê  1 hora depois  já tme  que mamar  porquê sente fome ...  

E olha o que  dizem  os entendidos (fonte: Baby Center)
 ...
Uma das coisas mais complicadas para as mães que dão mamadeira aos filhos é saber qual a quantidade certa de leite. A verdade é que não há uma resposta única para essa dúvida, já que a dose depende de uma série de fatores, incluindo idade, peso e se existe ou não combinação de alimentos (leite em pó com leite materno ou leite em pó com alimentos sólidos). Confira abaixo algumas dicas que vão ajudá-la a ter uma idéia -- mas o que valerá mesmo é a recomendação do seu médico:

Idade do bebê -   A quantidade de leite varia conforme o peso e a idade de cada criança. Não espere que um recém-nascido (ou um bebê de qualquer idade) consiga seguir alguma fórmula matemática de alimentação. Na primeira semana, ofereça a cada mamada entre 30 ml e 60 ml de leite. Quando seu filho estiver com 1 mês, provavelmente já estará consumindo entre 90 ml e 120 ml (vá aumentando de 30 ml em 30 ml, à medida que a criança beber todo o líquido da mamadeira -- lembre-se de que sempre precisa haver sobra). A quantidade total de leite diária poderá chegar a entre 400 ml e 800 ml.  Dos 2 aos 6 meses, a dose de cada mamada vai de 120 ml a 180 ml, alcançando entre 700 ml e 1 litro por dia. E, a partir dos 6 meses, você pode dar entre 180 ml a 220 ml por vez, com um total diário de cerca de 900 ml de leite. Uma vez que você introduza alimentos sólidos à dieta do bebê, o consumo de leite em pó deve gradativamente diminuir para cerca de 720 ml diários. De acordo com a agência britânica para regulamentação de alimentos, a Food Standards Agency, crianças que já consomem alimentos sólidos devem beber cerca de 600 ml de leite por dia até 1 ano de idade. Após 1 ano, as crianças já podem passar a beber leite de vaca integral. Lembre-se de que estas são recomendações gerais, e que seu filho, melhor do que ninguém, indicará se precisa de mais ou menos leite. Na dúvida, é sempre bom conversar com o pediatra.

Alimentos sólidos não devem substituir o leite -  Quando se começa a dar papinhas ou sopinhas ao bebê, por volta dos 6 meses, é importante manter o leite materno ou o leite em pó como a principal fonte de nutrição (até 1 ano de idade). Grande parte dos bebês precisa de tempo para se acostumar aos diferentes alimentos necessários para satisfazer as necessidades nutricionais do corpo. Nessa fase, a quantidade diária de leite ainda deve ser de cerca de 720 ml. Os sucos não contêm nem de perto o mesmo valor nutritivo do leite.

 

* treinando para engatinhar ... 

Observe seu filho -  Assim como nos adultos, o apetite de cada bebê varia muito e muda com o passar do tempo. Seu filho tomará a quantidade necessária de leite se você aprender a ler os sinais dele e a responder adequadamente. Não dê a mamadeira a cada chorinho do bebê, já que, aos poucos, você vai "adivinhar" quando se trata de fome ou simplesmente vontade de um carinho de mãe.

2 comentários:

Ministério da saúde disse...

Olá blogueiro,

Dê ao seu filho o que há de melhor. Amamente!

Quando uma mulher fica grávida, ela e todos que estão à sua volta devem se preparar pra oferecer o que há de melhor para o bebê: o leite materno.

O leite materno é o único alimento que o bebê precisa, até os seis meses. Só depois se deve começar a variar a alimentação.

A amamentação pode durar até os dois anos ou mais.



Caso se interesse na divulgação de materiais e informações sobre esse tema, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br

Obrigado pela colaboração!

Ministério da Saúde

Ana Elysa disse...

... agradeço a dica Ministério da Saúde. Só quero ressaltar que estou amamentando minha bb.Ela só se alimenta de fórmula láctea no período em que permanece no berçário, uma vez que sou profissional atuando no mercado de trabalho, minha licença maternidade - de 4 meses- já terminou e eu preciso trabalhar!