24 de janeiro de 2008

mudo eu ...


Existia ele,
existia ela
e sempre existiu a lua.
E de algum modo
isso fazia sentido agora.

Nenhum comentário: